Portal Yoga Brasil

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

ASANAS: dicas

Henrique Saad


Potencialize os benefícios da prática de asanas com as seguintes dicas:


  • Procure praticar num local limpo, quieto e bem ventilado. Claro que se não tiver essa possibilidade, ainda é possível praticar pois o que determina o sucesso de uma prática é a sua postura interna (sankalpa) e não os fatores externos.
  • Tente reservar um mesmo espaço para realizar a sua prática diária. Gradualmente a energia positiva gerada nas práticas vai criando uma atmosfera de paz no ambiente.
  • Faça a prática sobre uma toalha, pano, tapete, etc, específico para esse fim. Da mesma maneira que o ambiente, os itens utilizados na prática vão acumulando energia positiva. Evite materiais sintéticos e borracha, que obstruem o fluxo energético. Evite praticar no chão diretamente.
  • Evite as práticas de estômago cheio. Aguarde pelo menos 2-3 horas antes de uma refeição completa para realizar a prática. Ou pelo menos 1 hora após uma refeição leve.
  • Use roupas leves e adequadas para a condição climática e que lhe permitam movimentar-se sem restrições. As roupas não devem impedir o fluxo sanguíneo e de energia pelo corpo. Preferencialmente roupas de materiais naturais, pois a maioria dos materiais sintéticos obstruem o fluxo de energia pelo corpo.
  • Se possível, faça uma limpeza nasal (jala neti) antes da prática. A livre circulação do ar pelas narinas (e consequentemente pelos nadis ida e pingala) traz mais harmonia à sua prática.
  • O melhor horário para praticar é aquele em que você puder praticar. Criar uma rotina de horário pode auxiliar no desenvolvimento da prática. Segundo as escrituras védicas, as duas horas anteriores ao nascer do sol (entre quatro e seis horas da manhã) contém vibrações energéticas mais fortes que podem auxiliar na prática. As duas horas anteriores ao por do sol também são consideradas auspiciosas energeticamente. O ideal é tentar encontrar um horário em que ocorra menos distrações possíveis, o que em geral ocorre pela manhã para a maioria das pessoas.
  • A duração da prática deve ser determinada pelo seu tempo disponível. Não almeje muito no início, colocando metas irreais para si próprio. Muitos costumam se empolgar no início e praticar horas, sendo que nem sempre é possível ter todo esse tempo disponível. Então, perdem o entusiasmo e param de praticar pois tinham se condicionado a uma meta irreal. Quinze minutos de prática todos os dias é melhor do que 1 hora de prática esporadicamente.
  • As asanas devem ser escolhidas com cuidado, pois enquanto algumas posturas complementam as outras, outras posturas tiram os benefícios da previamente praticada.
  • Não use força excessiva para atingir a postura final das asanas. As posturas devem se desenvolver harmonicamente e gradualmente de acordo com o seu grau de flexibilidade, força e concentração. Ao final de uma asana, o praticante deve fazer uma mapa mental de todo o corpo para verificar o máximo de músculos relaxados. Apenas os músculos estritamente necessários para a manutenção da postura devem permanecer tensionados.
  • Ao final da prática, você deverá sentir-se revigorado fisicamente e mentalmente. Muito mais do que no início! Se ao final da prática você está se sentindo cansado fiscamente ou mentalmente, isso significa que fez algo errado. Talvez tenha usado força excessiva para manter a postura ou tentou concentrar-se muito forte.
  • Jamais faça uma prática com pressa. Se não tem tempo suficiente, é melhor deixar de praticar algumas asanas e praticar as mais importantes com um ritmo devagar e relaxado.
  • Jamais ultrapasse o limite de seu corpo. Claro que em algumas posturas pode haver algum desconforto, mas não substime o sinal da dor.  
  • A postura mental durante a prática da postura é fundamental. Pratique com atenção plena ao que está acontencendo no presente, sem devaneios no passado e futuro.
  • A respiração deve ser devagar, profunda e ritmada. Desse modo, a respiração irá induzir um estado de tranquilidade necessário para a prática da asana, além de melhorar a troca de oxigênio e dióxido de carbono nos pulmões. Durante a exalação, é possível imaginar o seu corpo relaxar ainda mais, de modo que lhe permita alongar mais os músculos.
  • Regra geral, os olhos devem permanecer fechados, de modo que lhe permita concentrar no movimento. Para algumas posturas que exigem equilíbrio, inicialmente os olhos abertos e focados em um ponto costumam a auxiliar na manutenção do equilíbrio.
  • A manutenção da postura estática final é o momento mais importante da asana. Nesse momento, os músculos exigidos pela postura estão em seu maior grau de flexibilidade e determinados órgãos internos são massageados ou comprimidos de modo que permita um suprimento extra de sangue seja direcionado ou removido do local. Nesse momento, os melhores benefícios da asana ocorrem.
  • Após completar o movimento de uma asana, é importante deixar o corpo relaxar e reestabelecer-se por algum instante antes de passar para a próxima asana. Nesse momento, pode-se focar na respiração, na tranquilidade mental, nos benefícios internos que a postura realizada acabou de lhe trazer, etc.
  • Não há limitações quanto a idade e sexo do praticante. Se portar alguma doença, é necessário buscar auxílio de um especialista. Por exemplo, pessoas com problemas de pressão alta não podem praticar as posturas de inversão.
  • Evite a prática de asanas se estiver com alguma enfermidade passageira, tal como gripes e resfriados (contudo a técnica de purificação nasal jala neti é um excelente remédio para tanto) . O corpo precisa direcionar as suas energias para o local enfermo.
Boas práticas!
 
Hari Om Tat Sat

Henrique Saad: no caminho da Yoga desde 2005, dá aulas e retiros na Chácara Anahata, em São Roque -  www.chakraanahata.org  --  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Advertência:
Este conteúdo é de uso estritamente informativo e recomenda-se, sempre, o auxílio pessoal de um instrutor qualificado.

 

Saiba mais:

Sugestões de prática na seção asana.

Dicas para a prática de asanas.

 

 
Henrique Saad Instrutor de Yoga na Chácara Anahata (São Roque-SP)


Receba novidades





revista-vedanta

Dê uma mão!

de-uma-mao

Gostou do Portal?
Apoie esse projeto independente através de compras na nossa Loja ou clicando nos links patrocinados abaixo: