Portal Yoga Brasil

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Asana Artigos & Sequências Veja sequência de posturas que dá mais disposição para o seu dia

Veja sequência de posturas que dá mais disposição para o seu dia

Carolina Azevedo

Ter mais energia para encarar o dia-a-dia é essencial para todos, principalmente para o praticante de Yoga, que pode se beneficiar de algumas posturas que dão mais vigor. Para Anita Carvalho, professora de Vinyasa Yoga do Estúdio Yoga Flow, em São Paulo, SP, os asanas auxiliam o corpo a ter mais saúde e a não ser um obstáculo para a conexão com a verdadeira natureza.

“Para se energizar, sugiro sempre posturas que têm o poder de aquecer o corpo, dando mais disposição e vitalidade ao praticante. Inicialmente fazemos algumas sequências da saudação ao sol e em seguida vamos aos asanas”, afirma ela.

Segundo Anderson Allegro, professor de Power Yoga do Estúdio Aruna Yoga, em São Paulo, SP, a surya namaskar (saudação ao sol) ativa todo o corpo, revitaliza os chakras e ajuda a mover a linfa pelo corpo, eliminando assim a sonolência matinal. Para ter mais energia, o professor indica a salabhásana (postura do gafanhoto), pois “expande o peito estimulando a respiração, traz mais energia e elimina a fatiga mental. Ela desperta a coluna melhorando a postura geral porque a má postura torna a mente lenta e dispersa”, explica ele.

A matsyásana (postura do peixe) também aumenta a amplitude da respiração e oxigeno o cérebro. “Estimula o timo, glândula associada ao sistema imunológico, o que aumenta nossa capacidade de nos proteger de gripes resfriados e viroses”, diz Anderson, que, além dos asanas, recomenda uma dieta vegetariana e leve, já que comidas pesadas nos tornam lentos e sem energia.

Caso você não pratique Yoga, peça a orientação de um profissional.

Segue uma sequência de posturas para dar mais disposição e vigor

Por Anita Carvalho, professora de Vinyasa Yoga do Estúdio Yoga Flow

VirabhadrasanaI
(postura do guerreiro I)
Afaste as pernas mais ou menos cinco palmos de distância, gire o pé direito para fora e alinhe seu quadril com a parede a sua frente; o calcanhar esquerdo pode ficar fora do chão. Inspire, eleve os dois braços e girando as mãos para trás, com o objetivo de levar o osso externo na direção do céu, abrindo mais o coração. Expire, flexione a perna direita e veja se o ísquio direito está na mesma altura do joelho direito. Leve o baixo abdome para dentro e para cima. Mantenha a perna flexionada em um ângulo de 90 graus. Olhe para cima e respire profundamente 10 vezes. Troque o lado.

Virabhadrasana II
(postura do guerreiro II)
Afaste as pernas mais ou menos cinco palmos de distância, girando o pé direito para fora e alinhando o calcanhar direito com o meio do arco do pé esquerdo, flexione a perna direita mantendo o joelho em 90 graus, coxa direita paralela ao chão.Mantemos o olhar para a mão do mesmo lado da perna flexionada (a da frente). Experimente olhar para a mão da perna estendida (a de trás). Você naturalmente levará mais atenção para o outro lado do corpo, o que favorece a distribuição do peso entre os dois lados e o alinhamento vertical do tronco que, no geral, tende a se direcionar para a perna flexionada.

Ustrasana
(postura do camelo)
Ajoelhe-se e coloque as mãos na cintura. Leve o cóccix para baixo e levante o peito. Arqueie para trás, continuando a levar o cóccix para baixo. Leve as mãos até os calcanhares e pressione-os para baixo para levantar o peito. Permaneça por 20 segundos. Para sair, coloque as mãos nos quadris, inspire e levante o esterno.

Urdhva mukha svanasana
(postura do cachorro olhando para cima)
Pressione as palmas das mãos no solo, alongue os braços e levante o peito, os quadris e o joelho. Gire os ombros para trás e levante a partir da base do esterno. Permaneça por um minuto.

Adho mukha svanasana
(postura do cachorro olhando para baixo)
Mãos afastadas na distância dos ombros e pés na distância dos quadris. Pressione a parte interna das mãos – a base dos indicadores, polegares e dedos médios – e a parte interna dos punhos no chão. Eleve os ísquios. Fique por 30 respirações. O objetivo da postura é criar muito espaço entre as vértebras, suavizando a lombar que já foi bem trabalhada.

Urdhva dhanurasana
(postura do arco)
Deite-se com a barriga para cima, flexione os joelhos e coloque os pés separados na distância do quadril perto dos glúteos. Coloque as palmas no mat por fora dos ombros com os dedos apontando em direção aos pés. Pressione e, em uma expiração, levante o corpo sem tirar os pés e as mãos do solo. Alongue os braços completamente para levantar a cabeça do chão. Permaneça por 20 segundos e volte lentamente.

Para finalizar alguma torção deitada simples e savasana (postura do cadáver).

É importante destacar que como todas as posturas são de extensão, o praticante deve manter o osso púbico elevado e as coxas sempre girando forte para dentro, pois assim não há nenhum problema na lombar. Além disso, como a sequência é energizante, precisa ser feita durante o dia.

 

 

Receba novidades





revista-vedanta

Dê uma mão!

de-uma-mao

Gostou do Portal?
Apoie esse projeto independente através de compras na nossa Loja ou clicando nos links patrocinados abaixo: