Portal Yoga Brasil

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Contos Indianos O Gato Ritual

O Gato Ritual

Henrique Saad

Muito tempo atrás, vivia numa montanha um monge e seus discípulos com extrema simplicidade. Uma noite,  durante a meditação, um jovem monge sentiu uma nova sensação em seu joelho. Alguma coisa quente, amorosa ... e ... peluda? Ele olhou para baixo e viu um gato arranhando o seu joelho, ronronando alto.  Gentilmente empurrando-o longe, o monge acomodou-se em sua meditação. Incansável, o gato ia se esfregar nos joelhos do próximo discípulo,  para ser novamente empurrado.

 

Sem se importar com as portas e janelas que lhe fechavam, o gato sempre achava o seu caminho para a sala de meditação. Após um mês, o monge estava farto das distrações causadas pelo gato.  Deu uma linda coleira ao gato e o amarrou num pilar do templo, junto com uma confortável almofada de seda.  Todos os dias os monges alimentavam, acariciavam e brincavam com o gato, que ficou muito contente com sua nova situação. Bem como os monges, que agoram podia meditar em paz.

Alguns anos mais tarde, novos monges de diferentes áreas passaram a vir ao mosteiro e a vida retomou o seu ritmo tranquilo. Um novo monge notou que havia um gato preto sempre amarrado no pilar norte do mosteiro, rodeado de oferendas e sentado numa  almofada de seda ornamentada. Não querendo parecer ignorante,  o novo monge não perguntou a ninguém sobre a presença do gato, e presumiu que era uma tradição do monastério. Quando o gato morreu, o abade ordenou que outro gato preto fosse encontrado para ocupar o seu lugar .

Com o tempo, morreram todos os discípulos que sabiam a razão do primeiro gato ter sido amarrado ao pilar.  As sucessivas gerações de monges gradualmente esqueceram-se da finalidade utilitária de amarrar o gato ao pilar. No entanto, a tradição viveu e floresceu por séculos. A sua coleira original hoje é reverentemente adorada como uma relíquia. Muitos livros de comentários teológicos foram escritos sobre o significado espiritual de amarrar um gato preto no pilar do norte de um templo.

Lendas de curas milagrosas, devido à intercessão do santo gato foram compiladas e estudadas com dedicação. Bugigangas e recordações do gato estão sendo produzidas em massa. Os negócios estão cada vez melhor.

 

Fonte: traduzido do http://www.gingerchai.com/2009/03/14/tale-of-foolishness-the-legend-of-the-ritual-cat/

 

Hari Om Tat Sat

Henrique Saad: no caminho da Yoga desde 2005, dá aulas e retiros na Chácara Anahata, em São Roque -  www.chakraanahata.org  --  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
 
Henrique Saad Instrutor de Yoga na Chácara Anahata (São Roque-SP)


Receba novidades





revista-vedanta

Dê uma mão!

de-uma-mao

Gostou do Portal?
Apoie esse projeto independente através de compras na nossa Loja ou clicando nos links patrocinados abaixo: