Portal Yoga Brasil

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Estudos Filosofia
Filosofia


O rugido do despertar - Heinrich Zimmer

Helena Takahashi

daniel-leao

Nós, ocidentais, estamos próximos da encruzilhada que os pensadores da Índia já haviam alcançado cerca de sete séculos antes de Cristo. Daí a verdadeira razão pela qual nos sentimos embaraçados e ao mesmo tempo estimulados, inquietos ainda que interessados, quando nos deparamos com os conceitos e as imagens da sabedoria oriental. Esta é a encruzilhada que os povos de todas as civilizações atingem, inexoravelmente, no percurso natural do desenvolvimento de suas capacidades e necessidades de experiência religiosa; e os ensinamentos da Índia nos obrigam a conscientizar os problemas de tal cômputo. Contudo, não podemos fazer uso das soluções indianas; devemos entrar nesta nova época â nossa maneira e resolver as questões com nossos próprios recursos porque, embora a verdade - o esplendor da realidade - seja universalmente uma e a mesma, ela é espelhada diversamente conforme os meios que a refletem. A verdade aparece de maneira diferente em cada época e em cada terra de acordo com a idiossincrasia, com a matéria viva na qual se forjam seus próprios símbolos.

Leia mais...
 
Helena Takahashi é Terapeuta Nutricional e Professora de Yoga. Ministra cursos e retiros na Chácara Anahata www.chakraanahata.org


As pretensões da ciência - Heinrich Zimmer

Helena Takahashi

heinrich-zimmer

No meu tempo de estudante geralmente se considerava que a frase "filosofia indiana" era contraditória, uma contradictio in adjecto, comparável a um absurdo tal como "madeira de ferro”. A "filosofia indiana" era algo que simplesmente não existia, como as "calendas gregas" ou, no dizer dos lógicos hindus, os "chifres de uma lebre" ou o "filho de uma mulher estéril". Dentre todos os professores que ocupavam cátedra de filosofia naquela época, havia apenas um solitário entusiasta, um discípulo da Schopenhauer, o velho Paul Deussen, que regularmente dava aulas sobre filosofias da Índia. É claro que, até certo ponto, os orientalistas proporcionavam informações preparando edições de textos, auxiliados, vez por outra, por um aluno, mas nunca se preocupavam em investigar o problema da existência - ou não - de tal coisa chamada "filosofia indiana". Tudo quanto encontrassem em seus documentos o interpretavam sobre uma base filológica, passando sem delongas para a linha seguinte. Enquanto isso, os outros professores de filosofia concordavam unanimemente - uns de maneira polida, outros nem tanto - que tal coisa como filosofia, no sentido exato do termo, simplesmente não existia fora da Europa. E, conforme veremos, esta atitude tinha suas razões do ponto de vista técnico.

Leia mais...
 
Helena Takahashi é Terapeuta Nutricional e Professora de Yoga. Ministra cursos e retiros na Chácara Anahata www.chakraanahata.org


Tentativas Ocidentais de aproximação do Oriente por Jean Riviere

Helena Takahashi

ocidente-oriente

Desde o século passado que se realizaram, de ambos os lados, tentativas de diálogo, simultaneamente interessantes e variadas. Alguns ocidentais, ou, grupos de ocidentais, quiseram dar a conhecer o Oriente ao Ocidente e alguns orientais tentaram transmitir ao Ocidente mensagens, experiências, e convicções para se dar a. conhecer à Europa e mostrar a verdadeira face da sua cultura. Por isso é interessante analisar estas tentativas.

Leia mais...
 
Helena Takahashi é Terapeuta Nutricional e Professora de Yoga. Ministra cursos e retiros na Chácara Anahata www.chakraanahata.org




Página 4 de 4

Receba novidades





revista-vedanta

Dê uma mão!

de-uma-mao

Gostou do Portal?
Apoie esse projeto independente através de compras na nossa Loja ou clicando nos links patrocinados abaixo: