Meditação ajuda a combater insônia, afirma estudo

urso_dormindo_sono

MADRID 10/06/09 - A meditação pode ser uma forma eficaz de tratamento contra a insônia, segundo pesquisa apresentada no 23º congresso anual da Associação Profissional de Sociedades do Sono, nos Estados Unidos.

Os pacientes que meditam sentem melhoras na qualidade subjetiva do sono e em sua duração total, no tempo de adormecer, da vigília e no acordar.

Estudo liga meditação a menor risco de ataque em cardiopata

SÃO PAULO 24/11/09 - Praticar meditação pode ajudar a reduzir quase pela metade o risco de sofrer um ataque cardíaco ou um AVC (acidente vascular cerebral) em pacientes com doença cardiovascular. Esse é o resultado de um estudo apresentado no congresso da American Heart Association, realizado em Orlando.

Meditação muda estrutura do cérebro, diz estudo

meditacao_cerebro

De olhos fechados, em silêncio e, de preferência, sentados, os praticantes da meditação de atenção plena devem se concentrar em apenas uma coisa: a respiração.

A técnica é antiga, da tradição budista, mas começou a ser mais difundida depois de ter sido usada em um curso não religioso de redução de estresse, criado em 1979 por Jon Kabat-Zinn, professor da Escola Médica da Universidade de Massachussets.

Ioga pode ajudar na recuperação de mulheres com câncer de mama, diz estudo

Participar de aulas especiais de ioga durante e após o tratamento do câncer de mama pode fazer toda a diferença na recuperação das mulheres com a doença, segundo recente estudo da Universidade de Alberta, no Canadá. De acordo com os pesquisadores, a Iyengar ioga pode ser praticada por pessoas com dificuldades nos exercícios físicos e traz benefícios físicos e psicológicos para os praticantes, especialmente nos casos de câncer.

Estudo diz que ioga ajuda a melhorar humor e diminuir ansiedade

Uma pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, sugere que a ioga tem efeito positivo no humor e na diminuição da ansiedade. De acordo com a pesquisa, a prática estimula a produção de um neurotransmissor conhecido como GABA, que diminui os estímulos nervosos e relaxa as células do cérebro.

Yoga e câncer de mama

O quê yoga tem a ver com química de produtos naturais? Bem, nada. E tudo. Se pensarmos que muitos hormônios humanos são derivados de esteróis e eicosanóides, e ainda incluem peptídios modificados e outras substâncias “estranhas” como tiroxina e triiodotironina, que contém iodo, e que muitos exercícios de yoga apresentam efeito direto sobre glândulas hormonais, pode-se fazer uma conexão entre yoga e metabolismo secundário. O problema é justamente o limite onde termina o metabolismo primário e se inicia o secundário. Não é nada claro.
X