Mucuna Preta - Kivanch


Origem

Constituição Química e Toxicidade
Propriedades Medicinais
Aplicação na Ayurveda
Cultivo


Origem

A Mucuna pruriens é uma leguminosa anual, originária do Sudeste da Ásia e tem como nome comum Velvet bean (Austrália, United States e África do Sul), pica-pica (Venezuela), frijol terciopelo (Latin America), Bengal bean (Índia) e mucuna preta(Brasil). Possui flores que podem ser brancas, lavanda ou roxas, vagens que estão cobertas com pêlos laranja soltos que causam uma urticária severa se entrarem em contato com a pele. Os feijões são pretos e brilhantes ou castanhos. Encontra-se na África tropical, Índia e no Caribe.


Mucuna pruriens


Constituição Química e Toxicidade

Mucunina e mucunadine são os principais constituíntes. Seus componentes de princípio são L-DOPA e os alcalóides bioativos mucunine, mucunadina, mucuadinina, prurienina e nicotina como também b-sitosterol, glutationa, lecina, óleos, ácidos venólico e gálico. O L-Dopa é um precursor neurotransmissor, uma droga efetiva para alívio na doença de Parkinson. A semente é um profilático contra oligosperma e é útil no aumento da contagem de esperma, ovulação em mulheres, etc.

Doses elevadas de Mucuna pruriens pode causar superestimulação, aumento da temperatura corpórea e insônia, deve ser evitado por mulheres durante a gravidez.

Em 1989, em Nampula, Moçambique, uma epidemia de mais de 200 casos de toxicidade aguda psicótica foi atribuído ao consumo de Mucuna pruriens. As sementes normalmente são desintoxicadas sendo fervidas repetidamente em água que é descartada antes de mais processamentos da semente, mas por causa da seca as pessoas beberam esta água em vez disso.


Propriedades Medicinais


1. Para doença de Parkinson - Aumenta os níveis de L-Dopa, um inibidor da somatostatina.
2. Para impotência e disfunção erétil.
3. Como afrodisíaco e para aumentar a testosterona.
4. Como anabólico e androgênio, fortalecendo os músculos e ajudando a estimular o hormônio do crescimento.
5. Ajudando na perda de peso.
6. Estimula o estado de alerta e melhora a coordenação.

Em um estudo comparativo com animal na doença de Parkinson na qual quantidades iguais de princípio ativo eram usadas, Mucuna pruriens extrato foi mostrado para ser duas a três vezes mais efetiva que o L-dopa sintético. Isto sugere que seja o perfil bioquímico da erva como um todo, e não só o princípio ativo, que é responsável por aumentar sua efetividade significativamente tratando sintomas da doença. Estudos humanos também mostraram benefícios neurológicos importantes para M.pruriens, e ao contrário do L-dopa sintético - tolerância excelente e quase nenhum efeito colateral.

É provável que quando se toma um extrato da erva juntamente com Tribulus Terrestris aumenta a quantidade de L-dopa que alcança o cérebro. Tribulus contém um inibidor moderado de monoamina oxidase, uma enzima degradante da dopamina. Este modo natural de melhorar os efeitos de M.pruriens foi reconhecido por médicos Ayurvédicos durante mais de 1000 anos.


Aplicação na Ayurveda

Cúrcuma em Sânscrito: Atmagupta - आत्मगुप्ता ou Kapikachu - कपिकच्छ्
Cúrcuma em Hindi: Kivanch - किवांच
Cúrcuma em Telugu: Doolagondi - దూలగొండి
Cúrcuma em Inglês: Cowitch

Kandoora: gera irritação
Pravrutreshatya: se propaga na época de chuvas
Vajeekari: aumenta a produção de esperma
Kamphahari: abaixa os sintomas de Parkinson

Rasa: doce e amargo
Veerya: Seeta veerya
Vipaka: doce

Citações nas escrituras: Vasthu guna deepika, Vasthu guna prakashika, Chakradatta, Susrutam, Basabarajeezam, Bhavaprakashika, Vangacena, Charakasamhita, Vagvatamu, Hareetasamhita, Srijanakalpavalli.

O uso da erva M.pruriens na medicina ayurvedica vêm de épocas de mais de 4500 anos atrás. M.pruriens tem um perfil bioquímico fascinante, contendo uma grande quantidade de ingredientes ativos como a nicotina, serotonina e L-dopa (ou dihidroxifenilalanina) - o precursor principal do neurotransmissor dopamina, isolado por cientistas índios em 1936.


Cultivo


É tolerante à seca, sombra, altas temperaturas e ligeiramente resistente ao encharcamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes:

http://www.agronomia.com.br/
http://www.renatadias.com.br

Gourie-Devi et al. Treatment of Parkinson's disease in Ayurveda.


Imprimir  

Artigos Relacionados

Canela - Dalchini ou Darchini

Cardamono - Elaichi

Aloe vera cura e embeleza