Projeto Papai Noel dos Correios

correios-natal
O Natal está chegando e a época de trocar presentes também tem a sua beleza e pode ir além do consumo explícito. O Projeto Papai Noel é uma ação institucional que envolve todo o Brasil com o objetivo de compartilhar a magia do Natal com crianças carentes. Cada criança faz o seu pedido e os voluntários (você também pode ser um!) ajudam na leitura e triagem das cartas. Muito longe de pedidos como notebooks, ipods, está a simplicidade de quem quer ganhar um par de sandálias, um caderno para a volta às aulas e até um pacote de bolacha recheada.

Além de estimular a redação de cartas manuscritas pelas crianças, o projeto visa atender aos pedidos de presentes de Natal de crianças em situação de vulnerabilidade social, estimular o voluntariado dentro e fora da empresa e incentivar a solidariedade dos empregados e da sociedade.


A quem se destina?
O destinatário do projeto é a criança de até 10 anos que envia pelos Correios uma cartinha ao Papai Noel. As cartas que partem das comunidades carentes em todo o País são separadas e colocadas à disposição da sociedade para quem quiser adotá-las. Ou seja, nem todas as crianças carentes serão necessariamente atendidas.


Como é feita a triagem?
Para adoção, será dada prioridade às cartas escritas por crianças que não tenham sido contempladas com presentes no ano passado, que contenham pedidos de brinquedos e que indiquem condição socioeconômica familiar condizente com o projeto.

Serão descartadas as correspondências que não contêm remetentes ou as com endereços repetidos. Portanto, não adianta mandar mais de uma carta, pois não se trata de sorteio. Assim, é importante o correto preenchimento do nome e endereço do destinatário, com CEP. Cartas de adultos não são atendidas, bem como pedidos de medicamentos, celular, MP3, DVD, notebooks e afins. Os critérios de atendimento de pedidos são razoabilidade e possibilidade.

Cada Regional tem um método de trabalho para classificação e seleção das cartas destinadas para adoção, considerando diversos fatores, tais como: tamanho da área abrangida, número de correspondências, número de adoções, número de voluntários envolvidos, etc.

Prazos
Participarão do projeto as cartas recebidas até 5/12/2009.
Todos os esforços serão feitos pelos Correios para que tanto os presentes doados quanto as respostas às cartas das crianças sejam entregues até o dia do Natal.

Quem pode colaborar?
Todas as pessoas da sociedade podem colaborar, tanto como voluntários para auxiliar na leitura e triagem das cartas, como para adotar um pedido. Para isso, basta entrar em contato com a “Casa do Papai Noel” de sua região (clique aqui).

Histórico do projeto
O projeto no formato atual existe desde 1997, embora ações isoladas deste tipo nos Correios tenham sido registradas há mais de 20 anos. Atualmente, envolve empregados voluntários dos Correios em todo o Brasil, com a colaboração também de voluntários da sociedade. Não possui caráter político, religioso, partidário ou comercial.

Números

Desde a criação do projeto o número de correspondências vem aumentando, embora não seja esta a meta dos Correios. Abaixo, os dados dos últimos quatro anos:

Ano Cartas recebidas Cartas respondidas Cartas adotadas
2005 395.183 145.474 130.655
2006 501.605 177.549 226.934
2007 792.760 231.552 357.971
2008 1.078.711 365.446 464.481

Imprimir  

Artigos Relacionados

Bom lugar de estar

Arca do Amor na Fundação ORSA SP