Bandeira da Índia

bandeira_india

A Bandeira Nacional da Índia foi adotada durante a Assembleia Constituinte realizada em 22 de Julho de 1947, vinte e dois dias antes da independência indiana do Reino Unido em 15 de Agosto de 1947. Ela foi usada como bandeira nacional do Domínio da Índia entre 15 de Agosto de 1947 e 26 de Janeiro de 1950 e, logo após, da República da Índia. Na Índia, o termo "tricolor" (Tirangā – तिरंग) quase sempre é utilizado para se referir à sua bandeira nacional.

Sarnath_Lion_Capital_of_AshokaA bandeira foi desenhada por Pingali Venkayya e apresenta três cores distintas: açafrão no topo, branco no meio, e verde em baixo. No centro, existe uma roda azul-marinho com vinte e quatro raios, conhecido como o Ashoka Chakra, extraído da Coluna do Leão de Sarnath de Ashoka അശോകസ്തംഭം , que se encontra atualmente no Museu de Sarnath.

Segundo Sarvepalli Radhakrishnan, "Bhagwa, ou a cor açafrão denota renúncia. Nossos líderes tem de ser indiferentes a ganhos materiais e se dedicar ao seu trabalho. O branco no centro é leve, o caminho da verdade para guiar nossa conduta. O verde mostra nossa relação com o solo, com a vida vegetal, sobre o qual todos os outros no qual sua vida depende de nós. O "Ashoka Chakra" no centro do branco é a roda da lei de Dharma. Verdade ou satya, dharma ou virtude, isto deveria ser o princípio do controle daqueles que trabalham sob esta bandeira. Novamente, a roda denota movimento. Existe morte na estagnação. Índia não deveria mais resistir a mudança, deve mover e ir para frente. A roda representa o dinamismo de uma mudança pacífica. Representa também as 24 horas em um dia."

As especificações da bandeira oficial exigem que a bandeira seja confeccionada apenas de Khādī खादी ou Khaddar खद्दर , um tecido artesanal constituído de cotton, seda ou lã que Mahatma Gandhi promoveu durante a luta da independência.


Imprimir  

Artigos Relacionados

A Índia em números