Detentos recebem redução de sentença se fizerem ioga


yoga-prisao

INDIA 22/01/2010 - Prisioneiros no Estado indiano de Madhya Pradesh, no centro-norte do país, estão sendo libertados mais cedo se completarem cursos de ioga. Para cada cem dias praticando a técnica, que envolve exercícios de postura, equilíbrio e respiração, os detentos recebem uma redução de 36 dias na sentença. As autoridades dizem que as aulas ajudam a melhorar o autocontrole e reduzir a agressividade dos prisioneiros. Cerca de quatro mil detentos do Estado estão participando do projeto e muitos deles acabam virando professores de ioga.

“A ioga é boa para manter o condicionamento físico, acalmar o comportamento, controlar a agressividade e reduzir o stress”, disse o inspetor geral de prisões do Estado, Sanjay Mane.

“Quando um prisioneiro faz sessões de ioga e cumpre algumas outras condições, ele é considerado para diminuição de sua pena se seu superintendente prisional recomendar o caso dele.”

Os detentos podem ganhar créditos também por participarem de cursos de alfabetização ou universitários.

Na prisão de Gwalior, cerca de 400 prisioneiros fazem ioga.

O detento Narayan Sharma, que se tornou instrutor de ioga, disse que a prática ajudou a acabar com “pensamentos agressivos” em sua mente.

“Eram esses pensamentos que me faziam cometer crimes”, disse ele.

“Eu espero que, após sermos libertados, possamos usar o que aprendemos e promover a ioga na sociedade para que as pessoas não cometam mais crimes.”


Assista a reportagem completa no site da BBC


Fonte: BBC

 


Imprimir  

Artigos Relacionados

Gurulândia

O Guru de Pirapora

Yoga do Riso